Pesquisar este blog

domingo, 13 de agosto de 2017

Chacra básico - Cristais

É bom saber algumas das principais propriedades de alguns cristais, quando pensar em utilizá-los para algum propósito. Embora o quartzo branco possa ser programado para qualquer fim, podemos utilizar outras pedras para energizar ambientes ou direcionar para um trabalho específico.

Analisaremos os principais chacras, correlacionando-os com os cristais específicos.

Chacra básico

Localizado na área do cóccix, também conhecido como Muladhara, da Base ou Raiz. Abre-se para baixo, em direção à Terra.

A cor deste chacra é o vermelho, e os cristais recomendados devem ter esta cor predominante. O primeiro chacra tem como princípio determinar a vontade física para ser, proporcionar estabilidade e é responsável pela energia do corpo físico. A cor vermelha vai estimular a circulação, combater a anemia, impotência e problemas de menstruação. Também dá coragem e favorece o atuação amorosa no plano físico.
  • Ágata
  • Jaspe sanguíneo
  • Granada
  • Coral vermelho
  • Rubi
Para aumentar a proteção, podem ser usados os seguintes cristais:
  • Turmalina negra
  • Quartzo fumê
  • Hematita
  • Ônix preto

sexta-feira, 17 de março de 2017

Ho' oponopono - a técnica

"Toda hora que desejar melhorar algo em sua vida, existe somente um lugar onde procurar: dentro de você. Quando olhar, faça isto com amor."- dr. Ihaleakala Hew Len

Antes de iniciar esta técnica, conscientize-se que a responsabilidade (não é "culpa"!) por qualquer situação dolorosa ou difícil, em sua vida e no mundo, é totalmente sua. Seus pensamentos criam a realidade. Qualquer processo mental deve ser deixado de lado, pois a mente quer analisar e justificar tudo.

Coloque-se num estado de relaxamento, procurando manter a respiração num ritmo calmo. Os havaianos fazem uma respiração chamada "Ha", que consiste em  inspirar durante 7 segundos (ou contando de 1 até 7), reter a respiração contando 7 e exalar contando 7 vezes. Quando tiver esvaziado os pulmões, a respiração fica retida durante uma contagem de 7. Este ciclo é repetido por 7 vezes.

Permaneça com as mãos descansando no colo, com polegares e dedos indicadores tocando-se. Faça uma oração, pedindo para que a Divindade perdoe qualquer prejuízo (em pensamentos ou atos) que tivermos causado a nós mesmos ou aos nossos semelhantes. 

Peça então que qualquer tipo de energia negativa seja limpa, purificada, liberada e transmutada em Luz, agradencendo em seguida por isto já estar se realizando.

Este processo pode ser realizado junto com a repetição mental por diversas vezes das seguintes frases: "Sinto muito. Sou grato (a). Me Perdoe. Te amo."

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Ho' oponopono - As 4 frases

A técnica Ho'oponopono utiliza quatro frases simples para auxiliar a focar a atenção mental no processo de transmutação das energias densas:
  1. Sinto muito;
  2. Me perdoe;
  3. Sou grato;
  4. Te amo.
Para um melhor entendimento das 4 frases repetidas na técnica do Ho' oponopono, analisemos o significado de cada uma delas:
  • Sinto muito - representa o seu reconhecimento de algo (não importa se você tem ou não consciência do que realmente é) penetrou no seu sistema corpo/mente. Assim, pede-se perdão antecipadamente pelo que lhe trouxe o problema.
  • Me perdoe - é um pedido de auxílio à Divindade para que lhe conceda o perdão. Se você faz Ho' oponopono para outra pessoa, estará dizendo para que ela lhe conceda o perdão de todo o mal que você possa ter lhe causado, nesta ou em outras vidas.
  • Sou grato - aqui demonstra que sua fé e gratidão solucionarão o problema, para o bem estar supremo Universal.
  • Te amo - pedido de libertação do bloqueio/problema em energia, deixando-o fluir e permitindo religá-lo à Divindade. Esta frase detém os 3 elementos transformadores de todas as coisas: gratidão, reverência e transmutação.
De modo geral, não é necessário repetir as quatro frases nesta ordem, para que a técnica funcione. Basta apenas o real desejo de se purificar e se elevar.

domingo, 15 de janeiro de 2017

Ho'oponopono

"Não importa que tipo de problema existe, trabalhe com você mesmo.” - Ihaleakala Hew Len   

Surgida no Hawaí, esta técnica de cura foi empregada pelo dr. Ihaleakala Hew Len enquanto trabalhava em um hospital repleto de pacientes criminais insanos. Ele curou a todos, sem nunca ter visto pessoalmente qualquer um deles, apenas estudando a ficha de cada paciente, e logo olhava para dentro de si mesmo, perguntando-se como ele tinha criado a enfermidade dessa pessoa. Pois não somos apenas responsáveis pelo que nos ocorre, somos responsáveis por TUDO que ocorre no mundo.

Com os nossos pensamentos, na verdade, criamos o mundo, a realidade. Se pensamos o Amor, criamos a união, a perfeição, a felicidade. Se pensamos a divisão e o medo, criamos a dor, a separação e tudo o que é negativo. Essa é a real responsabilidade de cada um de nós.

Em hawaiano, Hoo significa "causa" e Ponopono significa "perfeição". Através desta técnica, temos a capacidade de voltar para o estado da perfeição, bastando apenas pedir à Divindade que aquilo que jaz dentro de nós, que ocasionou uma divisão em nossos pensamentos, venha à superfície para ser liberado.

O Ho'oponopono é um processo de arrependimento, pedido de perdão e transmutação, e consiste em realizar um pedido à energia do Amor Universal e Incondicional para cancelar e substituir as energias tóxicas que possam achar-se em nós. O Amor realiza o processo fluindo através da Mente Espiritual ou Supra-consciência e continua seu fluxo através da Mente Consciente, liberando-a da excessiva racionalização para finalizar na Mente Emocional ou Subconsciente, onde anula todos os pensamentos que tenham emoções tóxicas, substituindo-os com Amor incondicional.

Indo além do simples processo intelectual, com a prática do Ho'oponopono a própria Divindade (Deus, ou Eu Superior, etc) se encarrega dos processos dolorosos e os purifica, neutralizando as energias negativas que associamos com pessoas, lugares ou coisas. A seguir, toda essa energia negativa se desprende de nós, deixando espaço para que a Divindade a preencha com Luz e Amor divinos.

Para fazer Ho'oponopono não precisa saber exatamente qual foi o engano cometido ou qual foi o problema. Afinal, a técnica vai além dos processos puramente mentais. Você precisa perceber e sentir a existência de situações físicas, mentais ou emocionais que o estejam afligindo. Quando o fizer, sua responsabilidade baseia-se em começar imediatamente a curar a essência de tais situações, mantendo-se centrado e mentalizando simplesmente:

"Sinto Muito. Me perdoe. Te amo. Sou grato."

Trata-se apenas de realizar um trabalho interno sobre si mesmo, para melhorar o externo. Você deve deixar que o processo de transmutação seja levado a cabe por si mesmo, sem "forçar"soluções - pois se envolver seu intelecto, o processo se detém.

Se deseja resolver um problema pessoal, trabalhe sobre si mesmo.

Se tiver um problema com outra pessoa, simplesmente pergunte-se:

“O que existe em mim que faz que esta pessoa me ataque?”. Eleve-se sobre essas situações dizendo simplesmente: “Lamento por algo que tenha acontecido ou esteja acontecendo. Por favor, me perdoe”.

terça-feira, 10 de março de 2015

Metafisica - Desequilíbrios físicos e suas correlações psicológicas (7)

Exemplos (cont.)

Sangue: simboliza a saída ou perda de alegria, energia vital, timidez
Timo: problemas de identidade, traumas, rejeição, depressão
Tumores: crescimento falso, não permitir a cura
Úlceras: duvidar de si mesmo, não se dar o devido valor
Vesícula: abandono, ansiedade, solidão, mágoa


quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Metafisica - Desequilíbrios físicos e suas correlações psicológicas (6)

Exemplos (cont.)

Pele: dificuldade em se comunicar e de se relacionar com as pessoas, dificuldade em estabelecer e respeitar limites
Pernas: medo ou relutância em avançar
Pés: não sabe que rumo seguir, não aceita as limitações
Pescoço: falta de flexibilidade
Pulmões: negação da vida
Pressão: alta = problemas guardados e não resolvidos; baixa = carência e incerteza
Queimaduras: raiva
Rins: solidão; obsessão; falta de humor; isolamento; depressão

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Metafisica - Desequilíbrios físicos e suas correlações psicológicas (5)

Exemplos (cont.)

Obesidade: insegurança, necessidade de proteção
(problemas nos) Órgãos reprodutivos: rejeição da sexualidade, problemas com identificação sexual, raiva, culpa, ressentimento e/ou mágoa contra parceiros (as). TPM = negação do ciclo feminino ou do valor das mulheres
Olhos: sentimento de recusa e inflexibilidade, raiva, ressentimento, negar a realidade que não nos agrada
Ossos: simbolizam a estrutura e formação da personalidade. Quebras = quebra de relacionamento ou autoridade alheia
Ouvidos: raiva, recusa e/ou dificuldade em aceitar o que ouve

domingo, 7 de dezembro de 2014

Metafisica - Desequilíbrios físicos e suas correlações psicológicas (4)

Exemplos (cont.)

Inchaço: pensamentos estagnados
Intestinos: cinismo, ansiedade, rejeição. Constipação = falta de flexibilidade em deixar as coisas fluirem, causada por medo; diarréia = falta de capacidade em absorver informações e elaborá-las
Joelhos: inflexibilidade, orgulho, teimosia
Mamas: descontentamento, ressentimento com pessoas próximas, dificuldade em doar e seguir o fluxo da vida
Mãos: prender-se demais a dinheiro e/ou relacionamentos
Músculos: flácidos = acomodação; rígidos: tensão, medo de se soltar; dores = culpa, falta de respeito por si mesmo


sábado, 8 de novembro de 2014

Metafisica - Desequilíbrios físicos e suas correlações psicológicas (3)

Exemplos (cont.)

Dedos: anular = sofrimento, desunião; indicador = ego, medo; médio = raiva; mínimo = família; polegar = preocupação
Dor de cabeça; negação do Eu
Enxaqueca: perfeccionismo, dificuldade em tomar decisões
Estômago: incapacidade de assimilar idéias e experiências
Fígado: amargura, inveja, competição
Garganta: medo de mudança, incapacidade de se expressar
Gônadas: ciúme; problemas com a sexualidade

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Metafisica - Desequilíbrios físicos e suas correlações psicológicas (2)

Exemplos de problemas/doenças/desequilíbrios e suas correlações psicológicas (cont.):

Baço: preconceito, intolerância, impaciência
(problemas nos) Braços: emoções antigas e estagnadas
Câncer: ressentimento profundo
Coração: negação e supressão do amor e da alegria; preocupação
Coluna: sensação de carregar responsabilidade que não é sua
Costas: centro = culpa; parte inferior = dificuldades financeiras; parte superior = falta de apoio emocional